Celta 2003
Novidades no modelo 2003
Uma das grandes novidades do Celta 2003 é a versão de cinco portas, que vem somar-se à versão de 3 portas. Segundo David Rand, diretor de Design da GMB, a idéia foi criar esta nova versão mantendo as principais características estilísticas do automóvel. "O resultado final foi excelente. Além de oferecermos mais praticidade, funcionalidade e segurança com a inclusão de duas novas portas, o modelo manteve sua identidade, com um design moderno que agrada bastante aos consumidores".

Se o Celta já era bom com duas portas, imagine agora que ele recebeu duas portas a mais e um novo motor com 70 cavalos. Isso mesmo, para cair de vez nas graças do consumidor, a GM fez algumas mudanças no seu carro mais barato. Todas as novidades foram no sentido de melhorar o carro e torná-lo mais competitivo diante da disputa hoje liderada pelo VW Gol, Fiat Palio e Fiat Mille.

Outra mudança importante ficou por conta dos acessórios, já que agora o carro conta com um pacote extra de opcionais. Esse pacote chama-se "Mais", ou seja, são alguns acessórios "a mais" que a versão mais básica, como por exemplo, pára-brisa degradê, desembaçador traseiro, ar-quente, limpador e lavador do vidro traseiro. Mas esses itens vêm em uma versão já conhecida do publico, a versão Super, a mesma do seu irmão mais velho, Corsa. Esta versão ainda dispõe de conta-giros no painel, pára-choque pintado na cor do carro, volante de três raios e acabamento interno em cinza metálico.

Quanto ao novo motor 1.0 VHC (Very High Compresion) que em português seria, alta taxa de compressão, o Celta agora tem respostas melhores em altas rotações sendo que em uma ultrapassagem ele se comporta melhor que o antigo propulsor. O motor teve seu torque aumentado de 8,3 para 8,8 mkgf (ou 81 para 86 Nm) e, aliado a um novo escalonamento das marchas, contribuiu para proporcionar ao veículo melhor desempenho nas acelerações e nas retomadas de velocidades, principalmente na aceleração de 0 a 100 km/h, agora obtida no tempo de 13s1 (3 portas) e 13s5 (5 portas), contra 15s5 (Celta 2002/3 portas)*.

A retomada de velocidade, dos 40 aos 100 km/h, em quarta marcha, também melhorou significativamente, sendo agora de 17s2 (3 portas) e de 17s7 (5 portas), contra 20s6 (Celta 2002). Devido a grande melhoria do motor "VHC" e a harmonia com a nova relação de marchas utilizada, além do melhor desempenho, foi possível também melhorar o consumo de combustível que, em trânsito de cidade, proporciona uma média de 13,3 km/litro (3 e 5 portas), contra 12,9 (Celta 2002)*.

Mas é na cidade - em que a maior parte das pessoas rodam - é que sentimos um pouco a falta de força do motor. O antigo tinha melhor resposta em baixas rotações. O novo motor só começa a entregar a potência e torque extra, acima dos 2500 rpms. Abaixo disso ele mostra pouca força sendo necessário queimar um pouco de embreagem para sair em uma subida carregado. Por causa das características do novo motor, um item que precisou de alterações foi à relação de marchas, que agora foi encurtada nas três primeiras marchas. A necessidade surgiu em virtude da nova curva de torque, que é baixa em rotações inferiores. Com o câmbio antigo - mais longo - este problema de falta de torque em baixa rotação ficaria ainda pior. Para você aproveitar melhor o desempenho do novo motor, o melhor é deixar sempre o giro acima dos 3.500 rpms, podendo chegar aos 6.500 rpms sem corte, já que o corte da injeção só ocorre após os 6.600 rpms.

Um outro item que notamos é quando o motor trabalha em uma temperatura muito próxima do acionamento da ventuinha, ocorre uma ligeira perda de rendimento em virtude da alta taxa de compressão. Com a alta temperatura o sensor de detonação (Knock sensor) atrasa o ponto de ignição do carro para evitar a batida de pino (pré-detonação), com isso prejudicando o desempenho do motor. Junte-se a isso uma gasolina de baixa octanagem e o desempenho vai cair drasticamente. É claro que se tivéssemos um combustível de melhor qualidade essas coisas não aconteceriam.

Mas se os números de vendas já eram bastante razoáveis na versão 2002, agora com este "fôlego" extra, o Celta tem tudo para acirrar a briga com seus concorrentes, sendo que agora de igual para igual.

* - Dados do fabricante.